Trabalhos de cura
"Levanta-te e vai, tua fé te curou"
  
Jesus
Estaremos nesta seção levando até você informações sobre os chamados trabalhos
de cura espiritual;
a realidade e as fantasias por
trás deles.

Aproveite e vá na seção "cursos on line" e, além de saber mais sobre este assunto, conheça na íntegra os dois cursos disponibilizados
no site. São gratuitos.
Quanto mais você souber mais eficiente trabalhador na seara da caridade você será!
"Cura-te a ti mesmo" - Jesus


É preciso atenção quanto ao uso da palavra cura, pois além de parecer uma proposta pretensiosa, pode também ser ilegal. Cura é algo restrito à área médica ou afim e, portanto, sempre que nos referirmos a ela, estaremos querendo dizer cura espiritual. Cura espiritual no sentido das palavras de Cristo: cura-te a ti mesmo. Apesar de que o ideal seria haver sempre um médico responsável por este trabalho, sabemos que isso nem sempre é possível na maioria dos centros.

Antes de adentrar em técnicas ou no trabalho de cura em si, o que poderá ser visto no capítulo apropriado do curso on line, sempre é bom que o espiritualista discuta um modelo de entendimento sobre a origem das doenças.

As doenças

Causas das doenças: usando neste capítulo, para facilitar o entendimento, um modelo espiritualista comum podemos admitir que, geralmente, as causas de nossas doenças são psíquicas ou emocionais, baseadas nos desmandos cometidos em vidas passadas. Imantamos nosso perispírito com as energias negativas de nosso passado. E como não fazemos na vida atual a necessária mudança interior de nossos temperamentos e defeitos, isto é, não fazemos a chamada reforma intima frente às dificuldades e dissabores da vida, vamos aprimorando nossas partes negativas.

Dessa forma é como se carregássemos nossos defeitos na alma. O problema é que isso tudo termina, na maior parte das vezes, por se transformar numa doença física.

Vida após vida vamos nos especializando em nossas raivas; além disso, se não formos muito cegos e indiferentes a quem realmente somos, não podemos nos esquecer de nossa frequente intolerância, nosso orgulho, eventual prepotência e sem esquecer também dos muitos melindres. De fato adoramos achar que sempre temos razão e que o mundo sempre está contra nós. Resumindo: estamos sempre achando ser nosso legítimo direito nos irritarmos quando contrariados.

Tipos de doenças

1. Doenças cármicas: também chamadas de doenças redentoras, são aquelas doenças com as quais nascemos. Nossos defeitos, aqueles guardados em nossa alma, geram uma energia negativa para o espírito reencarnante. Se não drenarmos essa energia numa vida, na seguinte, na fase pré-encarnatória, quando o espírito vai se acoplar ao ovo, ele passa para o cromossomo essas energias negativas, que se transformam. É como se ficasse então impresso no cromossomo o aprendizado que queremos ou precisamos fazer.

Algumas pessoas podem achar estranha a palavra aprendizado, pois muitos gostam de achar que carma é um resgate. Todavia, por consideramos nosso carma justamente as condições de nosso nascimento, e nisso incluímos não apenas nossas condições físicas e intelectuais, mas também sociais, trata-se apenas de uma oportunidade de aprendizado, da qual se pode tirar ou não um bom proveito.

Depende nesses casos, geralmente, de resignação e vontade de seguir adiante. Na maioria das vezes podemos, de alguma forma, modificar, transformar ou ao menos minimizar nosso carma através do aprendizado. O primeiro passo seria talvez compreender qual seria o aprendizado necessário para cada espírito.

Trata-se, via de regra, nos casos mais graves, de espíritos corajosos que desejam crescer de forma acelerada, ao contrário da maioria mais ou menos preguiçosa do resto da humanidade. Muita gente costuma torcer o nariz, até com certo desprezo, frente à pessoas com grandes e evidentes problemas cármicos, justamente por achar que são grandes devedores. Ora, devedores somos todos e, por isso mesmo, deveríamos ter admiração e respeito por estas pessoas.


2. Doenças não cármicas: são aquelas doenças adquiridas no decorrer da vida atual. Nossas emoções negativas, aquelas contidas em nossas irritações, das quais já falamos em várias ocasiões, movimentam energias, que por sua vez geram fluidos irritantes que se aderem ao perispírito formando pústulas de magnetismo tóxico.

Quando há uma saturação elas fluem para o corpo denso através do duplo etérico, que é como uma válvula de escape para o expurgo dessas pústulas.  São as chamadas cartas na manga. Aquele empurrão para o impulso do bem que a parte divina e sábia de nosso espírito guardou para uma necessidade, já que nos conhece de longa data.

O perispírito funciona como um molde para o corpo denso e se ele fica saturado e adoece nosso corpo também adoece. Resumindo neste segundo caso:

  1º  Defeitos não resolvidos, que são as tendências negativas carregadas na alma que não geraram carma, mas nos fragilizam no dia a dia.

  2º Perispírito absorve as energias negativas através do duplo etérico.

  3º Corpo denso adoece. 
E por que isso acontece?

Porque os conteúdos energéticos permanecem atuantes e potentes independentemente do tempo, formando no espírito núcleos calcificados de energia negativa. As dores têm vibrações altissonantes que desalojam os blocos energéticos e os escoam para fora da alma na forma de doenças.

 A saúde
                                                                
Definição: estado de saúde é igual ao estado de alegria. Alegria, por sua vez, ao contrário do que se pensa, se compõe de dois elementos, que são fé e resignação. Poderíamos definir esses elementos da seguinte forma:                                                                                                                  
                                                                      
Fé: é a capacidade de compreender que tudo aquilo que acontece para nós é o que é melhor para nós naquele momento.

Resignação: é a capacidade de compreender que nem tudo pode ser do nosso jeito.

Desta maneira começamos a ver as vicissitudes e adversidades da vida não mais como problemas e sim como oportunidades de aprendizagem, na medida em que todos nós, como já foi visto, viemos para aprender alguma coisa no sentido de nosso crescimento espiritual.

Viemos nesta vida, entre outras coisas, para aprendermos a ser menos egoístas, miseráveis, invejosos, melindrosos, prepotentes, mandões, orgulhosos, sedutores, vitimizados, preguiçosos, etc., etc. Além disso não podemos descuidar de como reagimos quando somos confrontados pela vida em nossos desejos ou opiniões. Estamos sempre aborrecidos porque parece que a vida e as pessoas nunca atendem mesmo as nossas expectativas. Esquecemos, todavia, que nem as pessoas e nem a vida estão aí para isso.

Desta forma, se pudermos compreender a razão de nossas dores, se tivermos mais fé e mais resignação frente às vicissitudes e contrariedades, podemos voltar a ficar alegres, o que nos leva para o estado de saúde espiritual e, por consequência, física. Estaremos entrando num processo de desintoxicação espiritual, liberando as energias negativas represadas na alma, sem a necessidade da dor para nos ajudar.

Estes ensinamentos devem ser passados aos consulentes na medida do entendimento de cada um, pois nenhuma cura acontecerá fora dessas premissas. Cada um tem que fazer seu próprio milagre.  Os médiuns e o trabalho de cura apenas apontam caminhos, ensinam e equilibram a pessoa na medida do possível. Já, a cura, depende de cada um. 

Trabalho de cura

No curso on line apresentamos uma proposta de trabalho de cura, que acontece de forma simultânea com o trabalho de fitoterapia.

É preciso lembrar que embora aqui os trabalhadores da casa sejam chamados de médiuns, não é condição necessária eles terem mediunidade, pois o trabalho de cura é um trabalho de doação de amor e requer deste trabalhador apenas estudo e dedicação.  Ele precisa saber mais sobre o chamado fluido de cura espiritual ou ectoplasma. Do que se trata? Como funciona? O que é, afinal, um passe de cura?                                

Apresentamos no curso um trabalho complexo, mas que pode, naturalmente, ser adaptado à realidade de cada casa espiritual, pois cada passo, cada etapa de sua preparação e execução são explicados em detalhes.