Nossa História
Quem conduz  o Amor e a Caridade
estará  levando  os ensinamentos
maiores da Umbanda.
A história da Fraternidade do Grande Coração - Aumbandhã - começou há muito tempo atrás, como de resto a história de cada homem sobre o solo sagrado deste planeta que nos acolheu, quando, como almas perdidas, implorávamos novas oportunidades ao Pai Maior. Em sua generosidade amorável Êle indicou o caminho que nos trouxe ao planeta azul, tal porto seguro em nossas andanças trôpegas pelo universo.

Muitos viemos prontos para ajudar a humanidade insipiente, mas tal qual crianças deslumbradas com o novo poder recém adquirido, frente às multidões de desvalidos, nos deixamos levar pela glória efêmera do elogio ligeiro ou pelas moedas brilhantes que tilintavam fáceis em nossas bolsas.

Novos tropeços sobre nossos próprios passos nos direcionaram para muitas outras vivências, que preferimos chamar de oportunidades. Passamos por vários povos seguindo os ciclos das humanidades que nos acolhiam e, dentre essas, tivemos as que foram chamadas de vidas gêmeas; oito encarnações onde nossas consciências se reencontraram e se micigenaram na tentativa de resgatar os objetivos primeiros desta caminhada.

Histórias de personagens que acompanharam, como humildes seguidores, as vidas dos generosos espíritos que vieram um dia resgatar a Aumpram no planeta.

Quando a hora se apresentou neste momento em particular do universo, este grupo foi reunido uma vez mais e fundou a Fraternidade do Grande Coração, seguindo os passos do mais adiantado colaborador, Roger Feraudy, que num gesto de desprendimento, reencarnara antes, com outra leva de companheiros.

Alguns antigos companheiros já foram encontrados, mais jovens na cronologia do tempo contado pelos homens, e que darão continuidade ao trabalho no futuro. Aprendizes amorosos e ávidos, caminharão com a proposta de reimplantar sobre a Terra não a umbanda, como pensam alguns, mas o amor universal, como foi desde o princípio.