Imutável
Quem conduz o Amor e a Caridade
estará levando os ensinamentos maiores
 da Umbanda.
Nada é imutável

" Eu me recordo Zac, de uma história que ouvi há tempos. Dizem que uma lagarta morreu e enclausurada em seu casulo, foi velada e muito pranteada por suas amigas lagartas. Passou-se o tempo da incubação, e finalmente, a lagarta, pelo fenômeno da metamorfose, transformou-se em borboleta de asas diáfanas, que imediatamente voou de flor em flor, totalmente esquecida de suas amigas que ainda lamentavam sua morte...
...Tudo é um constante mudar na natureza. Nada é imutável...
... Eterna é a vida. Homens e nações passam e a única coisa que permanece é a vida."


Diálogo entre Payê-Suman (entidade que acompanhou o povo atlante desde suas origens,
 do qual falamos mais na seção "a voz do mestre")  e
Zac (1º rei da dinastia dos Ay-Mhorés) que consta no livro Terras das
Araras Vermelhas de Roger Feraudy.