Literatura
A Terra das Araras Vermelhas - uma história na Atlântida
Roger Feraudy

A Atlântida existiu. Foi a Terra-Mãe de civilizações como a indú, a egípcia, a grega, os árias, os incas, maias e astecas, os peles-vermelhas americanos etc. E se ficássemos sabendo que legítimo sangue atlante original corre nas veias físicas e espirituais do povo brasileiro? E que povos da Atlântida se estabeleceram um dia no território brasileiro e terminaram originando nações que hoje conhecemos como culturas indígenas brasileiras? Lendo diretamente os registros espirituais de tempos remotos, o autor desta fascinante história, verídica em todos os detalhes, levanta o véu da História não contada da terra brasileira, e nos leva a conhecer intimamente a vida da colônia atlante estabelecida há 40.000 anos no litoral do Estado do Espírito Santo. Uma narrativa intensa e vívida, tecida com os fios de vários dramas de fascinantes personagens que construíram o destino da Terra das Araras Vermelhas. Uma história apaixonante, que irá seduzir o leitor pela riqueza de informações inéditas sobre a história remota e ignorada do Brasil, e a herança atlante que pode ser reconhecida em diversos caracteres psíquicos do povo brasileiro. E cativá-lo com a trama envolvente que reuniu muitos destinos num drama de amor e morte, espiritualidade e forças mágicas, paixões e intrigas, lutas de poder, generosidade e renúncia, heroísmo e grandeza. "A Terra das Araras Vermelhas" é um romance ancestral e uma revelação inédita. Raras obras resultantes de pesquisa psíquica do passado podem igualar-se a riqueza, precisão e beleza dessa narrativa, que retrata a magia do povo atlante.
Baratzil - A Terra das Estrelas - nossa herança atlante e extraterrestre
Roger Feraudy

Qual a razão de ser o povo brasileiro tão místico e psíquico, com essa familiaridade natural com o Invisível, e um celeiro de faculdades mediúnicas - o país mais espírita do mundo, berço da Umbanda, e rico em todas as correntes espiritualistas? Por que essa noção coletiva de país predestinado? É o que a fantástica revelação deste livro explica, por meio da consulta aos registros invisíveis autênticos. A história ancestral da Terra das Estrelas - o Brasil - e da América do Sul é o que desvenda as raízes espirituais do povo brasileiro, e seu destino de nação líder da Espiritualidade da Nova Era. Uma avançada civilização, desenvolvida pelos mestres extraterrenos da Lemúria e Atlântida, semeou no território brasileiro, em era remota, as magníficas cidades do Império de Paititi, Itaoca e Ibez, e da Terra das Araras Vermelhas. Essas culturas fizeram evoluir as raças então existentes, pela manipulação genética, e desenvolveram seus poderes psíquicos. Com isso, foram preparadas, no inconsciente desses egos - nós! -, as sementes da nova raça futura do Terceiro Milênio. Dessa época remota datam as verdadeiras raizes da Umbanda que, pela primeira vez, são desveladas em detalhe: como essa velha Magia branca dos Templos da Luz atlantes, com a contribuição africana, foi colocada a serviço da humanidade pelos Dirigentes Planetarios, e seu papel na Espiritualidade da Nova Era. Desvenda também a verdadeira identidade de seus líderes esoirituais que se ocultam atrás das formas de caboclos e pretos-velhos. Sendo um livro-revelação, seu ineditismo e riqueza o destinam a ser uma referência para os estudiosos. Mas é também - o que tem cativado os milhares de leitores da arqueologia psíquica de Roger Feraudy - um romance, verídico e apaixonante. O autor retira da sombra dos milênios um universo vivo e colorido de cenários, costumes, civilizações esquecidas, povoadas de personagens fascinantes, alguns sobrevivendo nos mitos americanos, cujas lutas, amores, paixões, crimes e heroísmo, mergulhos na sombra e árduas ascensões tecem uma narrativa que prende o leitor da primeira à última página, pela fascinação dessas histórias ancestrais de que nós, povo da Terra das Estrelas, fizemos parte um dia.
A Flor de Liz - Saint-Germain e os bastidores da Revolução Francesa
Roger Feraudy

"Quando se exclui de uma situação todas as impossibilidades, o que sobrar, por mais improvável que pareça, deverá ser a verdade". Paris, 1789: a tempestade trazendo o oxigenio novo da Liberdade e da Igualdade. Líderes idealistas e nem tanto, aristocratas, oportunistas, intelectuais, artistas, estudantes, homens cruéis e cúpidos, iniciados e ocultistas, mulheres refinadas e as enlouquecidas "fúrias da guilhotina", delatores, heróis anônimos - uma enorme comunidade de espíritos se reencontrou, encarnados naquele momento e lugar. Laços cármicos poderosos, coletivos e pessoais, os haviam reunido para orquestrar, com a indução do Mestre Saint Germain, a grande ruptura que anunciava o prenúncio da Consciência Aquariana no planeta - a Revolução Francesa. Enquanto rolavam as cabeças na guilhotina, e com elas a velha ordem e os privilégios, uma trama densa de tragédias e paixões envolveu esse grande grupo de espíritos oriundos da velha Atlântida. E que depois voltaria a reencontrar-se, no Brasil de hoje.Esta é a história apaixonante e verdadeira de seus amores e ódios, grandes libertações e recaídas cármicas. Fruto da leitura dos Registros do Passado, traz uma visão inédita dos bastidores da Revolução Francesa. Transporta o leitor de emoção em emoção através das histórias de muitas vidas, onde, junto com as figuras mais conhecidas da Revolução, transitam magos, alquimistas, e os discípulos de Saint Germain da Ordem da Cruz de Ouro que executaram, ignorados da História, uma tarefa que pela primeira vez é revelada.
Os Viajantes - histórias que o tempo conta - relatos de terapia de vida passada
Maria Teodora Ribeiro Guimarães

Estamos, neste livro, diante de parte da história da humanidade, talvez de nossa própria história; não aquela inserida nos compêndios dos livros acadêmicos, mas aquela inserida nos arquivos da nossa mais profunda memória, daquilo que já passamos ao longo de todo o nosso passado. Numa apresentação de casos reais de clientes, que foram tratados ao longo de todos esses anos através da Terapia de Vida Passada, a autora mostra-nos que a hipótese da reencarnação é aquela que melhor pode nos ajudar a explicar as nossas mazelas ensinando-nos que, através da compreenção de nossas histórias anteriores podemos, num exercício de liberdade, curar as nossas dores atuais. Este é um livro que deve ser lido por todos aqueles que estão em busca de um entendimento mais profundo de si mesmo, num belo exercício de amor, de fé e compreensão de tudo o que já passamos e que certamente ainda passaremos rumo à eternidade.
Apometria Hoje - coletânea de artigos
Autores diversos

A Apometria vem se afirmando como uma das técnicas de atendimento mais eficazes já transmitidas à Terra pelo Plano Espiritual. Desde sua estruturação, há várias décadas, pelo médico José Lacerda de Azevedo, de Porto Alegre, vem se destacando no tratamento das patologias mais rebeldes e intrincadas da alma - incluindo os casos complexos de magia das Sombras, que desafiam as abordagens clássicas de tratamento espiritual. "Apometria Hoje" é uma coletânea de artigos que focalizam aspectos relevantes da prática apométrica na atualidade. Aprofundando a compreensão do fenômeno, desfazendo equívocos de interpretação, dimensionando com a lógica espiritual os contornos éticos de seu exercício, esclarecendo o como e o porquê da parceria - que já nasceu com ela - da Apometria com a Umbanda. Os autores são, na maioria, médicos ou escritores - ou ambos - e dirigentes de grupos apométricos, todos trabalhadores experimentados na área espiritual, sendo dois ex-presidentes da SBA - Sociedade Brasileira de Apometria. Sua experiência diversificada permite enriquecer a abordagem do universo da Apometria com os conhecimentos de áreas afins - Umbanda, Psiquiatria, Terapia de Vida Passada, Esoterismo, Medicina, Homeopatia, Florais; e junto com a vivência em grupos mediúnicos universalistas, espíritas, umbandistas, coloca luzes esclarecedoras sobre meandros poucos compreendidos ou ignorados da teoria e da prática apométricas. Os inúmeros estudos de casos apresentam fértil material para estudiosos e trabalhadores da área, ilustrando a riqueza das patologias e a eficácia das intervenções que essa técnica propicia. Complementando a obra, um Glossário dos termos/fenômenos mais empregados no atendimento. A informação que esta obra traz pode considerar-se indispensável aos grupos e operadores que pretendem exercer de forma eficaz e consciente a técnica apométrica.
Apometria para Iniciantes
Patrícia Barz e Geraldo Magela


Podemos considerar a técnica denominada Apometria como um bisturi muito eficaz que a Espiritualidade Maior colocou à disposição de todos os espíritas de boa vontade, com o intuito de acelerar com qualidade os morosos atendimentos desobsessivos que ainda se realizam em muitas casas de nosso país. Pudemos ver e sentir a diferença entre os trabalhos realizados com e sem o auxílio da Apometria. Lamentavelmente muitos companheiros de doutrina têm criado grandes obstáculos à compreensão e ao uso dessa técnica nos atendimentos cada vez mais numerosos. A Apometria é ainda uma possibilidade muito nova e para conhecê-la se faz necessário praticá-la com consciência do que se está a fazer, com paciência e principalmente com o nosso ser fundamentado no Evangelho. A Apometria sem o Evangelho é apenas uma técnica, com ele torna-se uma bênção para aqueles que, na ignorância da realidade espiritual, jazem nos caminhos da dor, da pertubação e do desencanto. A Apometria não suplantará a Doutrina Espírita, porém poderá torná-la mais eficaz no que diz respeito àquilo que Jesus chamaria de "exercício de misericórdia".
Tempo de Amar - a trajetória de uma alma
Maria Teodora Ribeiro Guimarães

Esta não é apenas a história verídica e fascinante das existências de um paciente de Terapia de Vida Passada. A história de Leo - que se desdobra ao longo de mais de 100 séculos - é a história da humanidade neste planeta. De civilizações perdidas no tempo, que os personagens de Leo ajudaram a soterrar, aos tempos atuais, conhecemos de tudo: homens cruéis, mulheres tolas e fúteis, bárbaros e bruxos de todos os tipos. Da Atlântida à Europa, passando pelo Oriente e pelas Américas, ricos representantes da história da humanidade compuseram o quadro dessa vida. A fantástica vida de um espírito e seus maravilhosos personagens, todos cheios de verdades, de emoções, de defeitos, de paixões e tudo o mais que compõe a vida do homem sobre a Terra. E entre cada vida, ele nos leva em percursos pelo mundo espiritual - um mundo de fantásticas surpresas mas de uma lógica irretocável, onde cada personagem construía para si o lugar onde ia habitar após a morte.
Os Filhos das Estrelas - memórias de um capelino
Maria Teodora Ribeiro Guimarães

Há milênios do nosso tempo, há milhares de anos-luz de distância, numa constelação longínqua, no grande planeta das estrelas gêmeas, vivia o personagem de Leo. Numa época em que nossos espíritos ainda vagavam pelas estrelas. Este é o relato inédito do mais ancestral capítulo de nossa história sideral - a história de milhões de espíritos desta humanidade: os exilados de Capela. É a saga de seus erros e sofrimentos, até o exílio doloroso na Terra, desde as civilizações lemuriana e atlante. Por meio da Terapia de Vida Passada, Leo, um desses exilados, recorda suas vivências naquele mundo feliz, e reconstrói o cenário de avançada tecnologia e o evoluído modelo social, em que as viagens e estações espaciais ao esplêndido nível científico conviviam com uma ética espiritual elevada. Um paraíso perdido, que no fundo da consciência dos exilados permaneceria pelos milênios afora, sendo origem de mitos e de lendas. A história de Leo, o exilado, é a história de muitos de nós; talvez a sua própria, leitor, que irá reencontrar nela os ecos do sentimento de nostalgia indefinida que permanece no fundo da alma desses filhos das estrelas. Neste relato absolutamente inédito e único da literatura, pela primeira vez em nossa história se tem o depoimento pessoal autêntico de um capelino exilado, a descrição da vida naqueles mundos, os cenários de sofrimento do Astral, o exílio e a transmigração para a Terra. Este livro é único. Mas ele irá tocar seu coração por ser profundamente verdadeiro. Não será esta, talvez, uma parte de sua própria história sideral?
Tudo que Vive é Teu Próximo
C.W. Leadbeater, Mahatma Gandhi, Ramatis e Mariléa de Castro


Longe de ser apenas uma alternativa alimentar, o vegetarianismo faz parte das alterações urgentes que se impõem aos cidadãos da Nova Era. "A base do meu vegetarianismo não é física, mas ética", afirmava Gandhi, um dos autores dos quatro textos que compõem esta obra. A sua filosofia da não-violência nos confronta com a incoerência que constitui pregarmos a paz enquanto destruímos vidas, desnecessariamente. C. W. Leadbeater, um dos pilares da Teosofia, descreve os efeitos energéticos desapercebidos que sobrecarregam as cidades modernas de energias de violência e depressão, com repercussões terríveis sobre os seres humanos, sobretudo crianças, e analisa as conseqüências, do ponto de vista oculto, da alimentação que, por desconhecimento, a humanidade ainda prefere conservar. Um texto clássico de Ramatís, o conhecido mestre oriental, desvenda o verdadeiro mecanismo produtor das guerras e o substrato que se oculta por trás do domínio das Sombras sobre a humanidade, e que é de interesse de seus líderes conservar oculto para a consciência dos encarnados. M. de Castro analisa as causas, nunca mencionadas, da fome do planeta e noticia as pesquisas mais atuais sobre as patologias do câncer, as associadas à terceira idade, a reposição hormonal e os distúrbios climatéricos. A posição dos espiritualistas e espíritas diante da alimentação e em face das Leis Maiores é examinada, incluindo a insofismável diretriz kardequiana que poucos têm a coragem de admitir. O conteúdo desta obra pode ser a sua via de acesso à mudança que o tornará um dos agentes da paz na Terra e um dos "mansos e pacíficos" que a terão por herança nos milênios futuros.
O Contador de Histórias - João Só e a rosa azul
Roger Feraudy

Um misterioso contador de histórias alvoroça uma pequena cidade do interior com sua presença. Apareceu não se sabe de onde, vagueando sem destino certo, e ficou. Todos os dias era visto na praça, gestos calmos, a deambular de um lado para outro, mastigando lentamente um pão seco, e depois apenas um copo d'água. Pouco a pouco foi sendo notado, e acabou se tornando um grande mistério para a comunidade. Quem era ele? Um bandido foragido? Um vadio? Um mendigo? Não se sabia! Ninguém o via esmolar. Com sua voz terna e bem modulada, atraía a criançada com singelas e sábias historinhas que são de fato  contos universais , muitos da sabedoria oriental, que acabaram por questionar os valores daquela sociedade. Neste livro, O Contador de Histórias, o autor Roger Feraudy reconta, através da figura lírica de João Só, as lições transmitidas por seu mentor espiritual, Pai Tomé, ao longo de cinqüenta anos de trabalho mediúnico, , àqueles que buscavam o consolo de suas orientações fraternas. Desvendar-lhes o sentido e o recado agora é tarefa do leitor. Fev 2005
ERG, O Décimo Planeta - a pré história espiritual da humanidade
Roger Feraudy

Esta obra contém algumas das mais extraordinárias revelações jamais obtidas sobre a história do planeta Terra e do nosso Sistema Solar, transmitidas por um dos jardineiros siderais que semeou a vida em nosso mundo. Erg, o décimo planeta dessa família de mundos, em passado remotíssimo abrigava uma humanidade evoluída, mas a invasão dos morgs, seres de grande poder mental e coração vazio, acabou desencadeando a mais terrível das catástrofes, de que são testemunhas até hoje os destroços que chamamos de "cinturão de asteróides", vagando entre Marte e Júpiter. A colonização de Vênus pela avançada raça dos ergs, a semeadura da vida na Terra e o despertar da consciência desta humanidade, a reencarnação de seres de Erg e de Morg na civilização atlante, o surgimento dos magos negros e sua atuação, fazem parte desses capítulos ignorados e fascinantes do grande livro do tempo, que pela primeira vez vêm à luz pela depurada mediunidade de Roger Feraudy, conhecido autor de mais de uma dezena de obras e especialista em sondagem do passado. A trama fascinante que envolve consciências luminosas e seres maquiavélicos, amores e ódios, traições e gestos sublimes, cientistas cósmicos e magos negros, se inicia no planeta Erg, continua em Vênus e na Terra, se desenrola na Lemúria e na Atlântida, e finaliza entreabrindo um panorama profético sobre as próximas décadas da transição planetária terrestre e suas transformações apocalíticas
Umbanda, essa Desconhecida - umbanda esotérica e cerimonial
Roger Feraudy

"Umbanda, essa Desconhecida" tornou-se, ao longo de duas décadas, uma obra básica de referência para os estudiosos da Umbanda, e retorna agora revista e ampliada. O sábio mestre oriental Babajiananda (Pai Tomé) desvendou aqui, pela primeira vez, as desconhecidas origens ancestrais do culto AUM-PRAM, da velha Atlântida, e seu ressurgimento no Brasil, por determinação dos Dirigentes Planetários - fundado, em 1908, pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas. De forma clara e didática, são revistos conceitos fundamentais ainda pouco compreendidos da temática umbandista: que são, na verdade, os Orixás, e o que significam seus nomes originais? Como operam as Linhas de Umbanda? Quem são os seus médiuns? O que é um babá, um babalorixá? O que é magia? Afinal, o que são Exus? Qual é a estrutura oculta das falanges de Umbanda? Traz orientações sobre as práticas, como oferendas e despachos, pontos cantados e riscados, guias, banhos de ervas, a estruturação de um centro, criação de um gongá, obrigações, desenvolvimento e iniciações dos médiuns etc. O extraordinário diferencial desta obra é a desmistificação dos pretensos "mistérios", das práticas descabidas e dos comportamentos mediúnicos e crenças inconsistentes, subproduto da desinformação. Embasada nos milenares conhecimentos esotéricos, mas temperada pela simplicidade amorável dos terreiros, dela surge uma Umbanda luminosa, baluarte da Espiritualidade Maior planetária. Roger Feraudy, consagrado autor de uma dezena de obras de sucesso - mais de 50 anos de prática umbandista - é uma das vozes mais abalizadas do Movimento de Umbanda no Brasil.
Como adquirir  estas obras
Clique no link e saiba onde
achar esses livros - aproveite para se cadastrar na FGC
Acesse a 2ª parte desta
seção "Literatura" clicando no
link abaixo
Haiawatha - o mestre da raça vermelha
Roger Feraudy
 

"A Terra é a casa maior de todos os homens. Sob o céu do Grande Espírito não existem estrangeiros". Este capítulo inédito e autêntico da história oculta do continente americano foi retirado dos registros suprafísicos e recontado fielmente pelos autores. Haiawatha, o grande mestre da raça vermelha - que o mundo já conheceu sob outros nomes célebres - encarnou entre o povo iroguês para concretizar um extraordinário projeto de paz e universalismo, que se materializou na Federação Iroquesa, com a união das cinco nações desse povo. Ele deveria ser estendido a todas as nações e povos da Terra. Os elevados valores espirituais e éticos da raça vermelha - os toltecas emigrados da Atlântida - e a sua avançada organização socialista e fraterna, seu respeito inigualado à mãe-terra e todas as forma de vida, seu xamanismo e a visão espiritual, enfim, tudo o que a raça branca ignorou e ignora é resgatado nesta obra. Relatos de amor e ódio, nobre coragem e traições, forças xamanicas e magia das sombras, tecem, com o cotidiano do povo iroquês, o pano de fundo da luta pela Federação, no cenário de beleza intocada da Terra da Neve Branca - a América do Norte de séculos atrás. Esta obra desvenda a verdade sobre a extraordinária cultura dos peles-vermelhas, os filhos do Grande Espíríto, que nunca olvidaram sua origem divina. Imprescindível a todos os espiritualistas bem informados, esse relato mostra a dimensão de uma futura proposta de convivência que aguarda a humanidade terrestre.
O jardineiro - uma fabula moderna
Roger Feraudy
 
Madame Ayres era muito rica; possuía uma enorme propriedade nos confins da cidade em meio a amplos jardins, pomares e hortas. José, o humilde jardineiro, sem estudo, sem cultura, cultivava a terra com amor, falava e conversava com as plantas e os animais, e podia avistar a alma de todas as flores. Tudo isso porque vivia em equilíbrio e harmonia com a natureza e de acordo com as leis de Deus. José era tão feliz, tão feliz que nem se dava conta do tamanho de sua felicidade. E pensava: "Deve ser porque me conservo até hoje criança". "O Jardineiro", uma fábula moderna editada com muito carinho para jovens de 8 a 80 anos, mostra como é fácil encontrar a verdadeira felicidade se cultivarmos as virtudes de nossa criança interior.
Cyrne - a história de uma fada
Roger Feraudy
 

O universo mágico dos Espíritos da Natureza, que nos cerca, acessível aos que desenvolvem percepções extrafísicas, sempre viveu na literatura e na tradição de todos os povos, na hipervisão dos artistas e nos registros da Tradição Esotérica. São os reinos encantados das fadas, gnomos, sílfides e ondinas, ninfas dos bosques, elfos e duendes - os quais, longe de personagens apenas de contos de fadas, constituem os servidores dos reinos mineral, vegetal e animal, sob o camando dos grandes Devas. É a esses mundos mágicos que Roger Feraudy nos conduz, nesta obra, pelas mãos etéricas de Cyrne, a encantadora fada que desvenda a um sábio humano os mistérios do Reino Elemental. Ao lado dele, vítima da trama sutil de Magos Negros, o leitor descobre os fenômenos ocultos que os Mestres de Sabedoria e Magos podem produzir, no eterno embate entre a Luz e a Sombra. De rituais sombrios nos recônditos mosteiros do Tibet à criação de corpos de ilusão e elementares artificiais, do castelo da rainha das fadas a uma aldeia de duendes, esta narrativa desvenda um mundo mágico a que usualmente somos alheios. Essa riqueza de informações se oferece em uma narrativa envolvente e plena de suspense, paixão e a mais inusitada relação entre um ser humano e um elemental.
Um anjo está nas ruas - não estamos sós
Roger Feraudy
 

Este é um livro sobre o bem e o mal; a eterna luta entre a luz e as sombras. Durante milhares de anos, a humanidade se acostumou a culpar agentes externos por seus males, exatamente como está fazendo neste momento em que a transição se aproxima e tragédias naturais eclodem por todo o planeta. Mas ela própria traçou o seu destino, enveredando muitas vezes pelo caminho do mal. Ao criar organizações secretas, sob fachadas empresariais, instituições religiosas que chafurdam na lama, por causa do fanatismo inconseqüente de seus sectários, acabou colaborando com o trabalho silencioso dos dirigentes das trevas. Este livro intrigante e realista traz à tona as atividades de uma dessas organizações que pretende reunir a humanidade em torno de uma mesma cartilha maligna e subserviente, pregando inclusive a inexistência de vida fora da Terra. Muitas experiências são transmitidas pelos personagens; porém a mais importante talvez seja a que revela a existência de Shamballa, cidade astral onde está instalada a Grande Fraternidade Branca, que dirige os desígnios do planeta. A obra mostra ainda, em detalhes fascinantes, a interação de seres extraterrenos com um grupo de terráqueos de mentes abertas, e, ao contrário do que a maioria dos filmes mostra, esses ETs são seres superiores que pretendem ajudar a impedir a destruição do homem por si próprio. Babajiananda, mestre espiritual que pertence à essa fraternidade, se deixa conhecer sutilmente durante a trama e nos oferece uma bela lição de amor e sabedoria. O heróico grupo de personagens leva às últimas conseqüências esse aprendizado, mesmo que isso lhe custe a vida.
Nesta seção indicamos livros e publicações relacionados à lei
divina - Aumpram, história, ciência e outros temas que possam ajudá-lo no conhecimento e na compreensão da umbanda milenar e da
 evolução da humanidade