Literatura - parte 2
Nesta seção indicamos livros e publicações relacionados à lei
divina - Aumpram, história, ciência e outros temas que possam ajudá-lo no conhecimento e na compreensão da umbanda milenar e da
 evolução da humanidade
Como adquirir  estas obras
Terra dos Ay-Mhorés - A saga dos últimos atlantes na Terra das Estrelas - o Baratzil
Maria Teodora Ribeiro Guimarães

Este livro é a continuação da obra de Roger Feraudy "A Terra das Araras Vermelhas", que conta a história da colonia atlante instalada no litoral do Espírito Santo há 40.000 anos atrás.
Seu esplendor no exílio voluntário no novo continente quando um rei atlante ouviu as vozes dos deuses com as predições das calamidades que se abateriam sobre  Mú, a Terra Mãe, e seu fim após mais uma das grandes inundações ocorridas em função dos cataclismos que foram causando o desaparecimento progressivo da Atlântida através dos milênios.
Continuando na linha do tempo este novo livro conta a saga desses últimos atlantes nas terras altas na mesma Terra das Estrelas, o Baratzil, onde se refugiaram quando o vale foi engolido pelas águas. Uma trama repleta de emoção, onde magos negros se aproveitam da ganância desmedida de sacerdotes inescrupulosos e armam sucessivas conspirações que culminam com batalhas, tragédias e mortes, mas também aprendizado e crescimento espiritual dos envolvidos, com a necessária resignação e as mudanças de comportamento frente ao inevitável.
Através das vozes dos sacerdotes e magos da época, captadas através de leitura psíquica, a autora discute e faz uma avaliação quântica dos ciclos e dos desaparecimentos das civilizações como reflexo das consciências individuais, exatamente para onde parece caminhar uma vez mais a humanidade nos dias de hoje.
Da mesma forma dos livros anteriores desta trilogia, os ancestrais e verídicos registros desta saga foram captados através da expansão de consciência dos autores no campo extra físico, sensibilidade ou paranormalidade também conhecida como leitura psíquica. Usando o modelo quântico da não existência de tempo e espaço, os acontecimentos daquela época continuam a existir de forma perene na grande consciência universal, o que permite serem acessados e revividos a qualquer momento por sensitivos treinados, o que inclusive traz grande sofrimento quando os mesmos participaram dos eventos, como é o caso de ambos os autores.
A divina mediadora - a Corrente Azul da Mãe do Mundo
Roger Feraudy

A Mãe do mundo através de sua divina mediadora, Mestre Maria, nesse momento apocalíptico que vivemos, está presente no coração de todos os homens, procurando, com seu imenso amor, tentar salvar a espécie humana do abismo que ela própria construiu para sua aniquilação como raça e, consequentemente, o meio ambiente que habita.
Procuraremos mostrar como é realizado esse importante trabalho, de que maneira é feito, qual a origem deste culto e suas reais finalidades e as consequências benéficas que poderão advir da sintonia vibratória com esse Excelso Ser.
Diàriamente, às dezoito horas, uma poderosa energia seguida de bençãos é derramada por toda a humanidade e no planeta Terra. Nessa hora planetária neutra é realizada a Corrente Azul da Mãe do Mundo, presidida pelo Mestre Maria e sua corte de Devas.


Observação: Este livro encontra-se esgotado, mas o cerimonial esotérico da Corrente Azul da Mãe do Mundo está disponibilizado neste site, com todos os detalhes para que possa ser realizado como o primeiro ritual esotérico de grupos umbandistas sérios e interessados neste tipo de modelo de compreensão de quem somos e para onde vamos.
Estamos disponibilizando esforços para que êle volte a ser editado pela Editora do Conhecimento. Clique no link abaixo e conheça o cerimonial.
Umbanda, um novo olhar - o que todo espiritualista gostaria de saber
Maria Teodora R. Guimarães e equipe FGC

Baseado no legado de Roger Feraudy e a seu pedido, a intenção deste livro é lançar um novo modelo, um novo olhar sobre a umbanda e sobre a espiritualidade como um todo, desde seus conceitos básicos, passando pela caridade e indo até considerações mais sofisticadas sobre assuntos como quem somos nós, de onde viemos e para onde vamos.É mais que tempo dos homens da Terra, quase todos filhos das estrelas, voltarem seus olhos para a história divina de nosso planeta, que se mescla com a história da própria umbanda, repleta de ensinamentos de entidades maravilhosas, de inimaginável evolução espiritual. Voltarem seus olhos e além de tentarem entender o que realmente se passa nesse mundo invisível, nos meandros dessa magia cósmica na qual estamos todos inseridos, tentarem imitar esses exemplos de bondade infinita, até que esses iluminados seres siderais possam voltar a nos guiar numa nova civilização.É chegada a hora daqueles que tem compromisso cármico ativo com a magia, isto é, os umbandistas, estudarem mais não apenas para poder lidar com a magia sem ganhar um carma, mas também para que o paradigma da umbanda passiva seja modificado; compreenderem as verdades ocultas para liberar a verdadeira umbanda da miscigenação com outros cultos e rituais que a ela se enredaram, se tornando então agentes do entendimento universal.
É chegada a hora do homem comum aprender a fazer seus próprios milagres.

                        Leia a introdução clicando no link abaixo.
Sabedoria oculta - a origem do homem e das religiões
Roger Feraudy

Roger Feraudy é autor consagrado de uma dezena de obras espiritualistas de grande sucesso. Seu conhecimento diversificado de matérias esotéricas e ocultas, que vão da teosofia e dos velhos temas iniciáticos à umbanda, passando por um leque de assuntos do universo espiritualista, o credenciaram para redigir esta obra, que enfeixa informações de todos eles. Debruçando-se sobre a constituição do homem, o autor trata da anatomia e fisiologia ocultas, detalha a gênese do corpo causal e as peculiaridades do "homem interno", busca as raças esquecidas da história não escrita nos pergaminhos oficiais, fazendo ressurgir seus perfis esmaecidos pelo tempo. Mas não é só isto, aborda ainda as rondas ou períodos evolutivos cósmicos da humanidade, acrescenta a análise das grandes religiões e das doutrinas secretas arcaicas, aprofunda o estudo de Lúcifer (quem será, afinal, essa entidade mítica?) e de Moisés, e a Gênese a ele atribuída, assim como de Jeová, o nome esquecido. Vai mais além, mergulhando no cristianismo esotérico e seus mistérios, e finaliza com o lirismo transcendente do capítulo "A grande religião".Esta obra, que faz jus ao nome, se oferece aos espiritualistas estudiosos como um compêndio de amplo espectro da milenar sabedoria, alicerçado em extensas pesquisas e multimilenares conhecimentos ora disponíveis à luz do dia para os estudantes ocidentais.
Egito eterno - o legado dos deuses
Maria Teodora R. Guimarães

Houve um tempo na Terra em que os homens acreditavam estar sendo governados por deuses - na verdade, seres oriundos de outros orbes que para cá vieram em socorro a nossas incipientes humanidades. O prodígio de suas obras era tão surpreendente, que realmente pensava-se estar diante de criaturas de origem divina. Não existe mesmo outra civilização ancestral tão admirada, estudada e retratada quanto a egípcia, com suas formidáveis obras arquitetônicas, seu elevado conhecimento tecnológico, o dom da sabedoria e uma extraordinária beleza.
Esta nova obra, escrita a partir de uma viagem psíquica no tempo, de onde se pode coletar percepções do exato momento em que os fatos aconteceram, conta os fantásticos eventos ocorridos na região do atual Egito, iniciados 36.000 anos antes da Era Cristã, quando missionários das estrelas conduziram para o vale do Nilo levas de indivíduos que fugiam dos grandes cataclismos ocorridos na antiga Atlântida, os quais mudaram radicalmente a geografia do planeta. Essa história aconteceu entre o fim das dinastias divinas e a primeira dinastia humana, em 3.200 AC, da qual oficialmente muito pouco se sabe, num período em que o império egípcio alcançou um desenvolvimento extraordinário, com os conceitos da não-localidade quântica sendo utilizados para a construção das pirâmides.
E como se explicaria isto? Egito Eterno - o Legado dos Deuses nos traz uma visão revolucionária sobre o que realmente ocorreu no vale do Nilo, onde a engenharia da consciência, movida pelo poder da vontade, em que não se faz necessária a presença física de seu autor, tampouco de ferramentas materiais, realizou obras que desafiam a arquitetura moderna. E a narrativa vai mais além: revela a luta de amorosos sacerdotes, ainda iluminados pelos seres estelares, contra a ignorância e preguiça do povo em promover a reforma de suas almas, ao alimentar a magia negra que começava a se instalar; contra o interminável panteão de deuses por ela inventado, em detrimento de um deus único, contribuindo para a derrocada da mais esplendorosa civilização ancestral da qual se tem notícias.
Egito Eterno faz emergir daqueles desertos longínquos lembranças que a maioria dos homens ainda não consegue compreender.

                        Leia a introdução clicando no link abaixo.